Avançar para o conteúdo principal

Try all Possibilities

 
 

Durante 10 eu mantive o mesmo corte de cabelo, longo, sem franja e com risco ao meio. Ai de quem mexesse no meu cabelo, cortar as pontas com muita sorte e só isso. Ou estava sempre apanhado por causa do calor ou pelo trabalho e quando estava solto era sempre o mesmo penteado, mas era o meu tesouro. Contudo na minha cabeça o sonho de ter o cabelo curto pairava, como eu gostava de experimentar, não me saia da cabeça. Será que me ia ficar bem? Será que eu ia gostar de me ver?
 Um dia enchi-me de coragem e foi, cortei o cabelo á rapaz sem pensar duas vezes. Senti-me livre daquele cabelo todo, era uma pessoa diferente, via-me diferente em todos os aspetos. O cabelo foi crescendo com o tempo e tomando outras formas e texturas. Voltei a pensar em deixa-lo crescer de novo mas nunca como de antigamente, eu já não era aquela pessoa do cabelo comprido.
Tive o cabelo azul, pintei-o de preto e depois caju, voltei á minha cor mas o preto sempre chamou por mim.
A franja foi a minha nova paixão, cortei o cabelo tipo Chanel com uma franja bem curtinha e apaixonei-me por ela. Durante um ano e tal, eu própria cortava a minha franja, ninguém lhe tocava a não ser eu. O cabelo começou a crescer e a ficar chato, ou estava solto, ou de rabo de cavalo e ou fazia um bun e pronto, não saia dai. Tinha que fazer alguma coisa, já não aguentava mais, cortei o cabelo e fiz caracóis. Quando sai do salão estava em pânico, não era aquilo que eu queria, tinha estragado o meu cabelo, mas já não dava para voltar a trás. Respirei fundo e pensei "é só cabelo, ele cresce e vai ficar como eu realmente quero, calma, não stresses"


 
O cabelo sempre foi e é muito importante para as mulheres, faz parte da sua beleza é a moldura do rosto. Muitas passam anos, se não a vida inteira com o mesmo corte, com a mesma cor com medo de arriscar, de não gostar do ressoltado final, de ficar "feia" de "de não ser aceite" de "ir contra o que é certo" ou até mesmo "medo de mudar".
A mudança é sempre boa, dá-nos outra despectiva das coisas, vemos tudo de outra maneira. Para mim a rotina o estar sempre igual, não da para mim, estou em constante mudança. Agora tenho outro monte de possibilidades todos os dias, um cabelo novo, uma textura nova, um penteado novo todos os dias. Ele nem sempre esta igual, assim como eu todos os dias sou uma pessoa diferente todos os dias com as minhas roupas. Saiu da minha zona de conforto todos os dia é só cabelo, daqui por uns meses vou fazer outra coisas diferente e pronto.
 É preciso ter coragem? És maluca? Tás tão diferente? Entraste em choque quando te viste? Sim fiz estas perguntas todas a mim e no fim e agora digo que vou continuar, não quero ficar por aqui.
 
Try all possibiliteis.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dress code festas

Olá minhas queridas o post de hoje é sobre dress code. Espero que vos seja útil nalguma ocasião da vossa vida.

O que é um dress code?
 É um código de como vestir, um guia de como as pessoas se devem vestir em determinadas situações, adequando sempre ao seu estilo pessoal. É sempre importante saber a hora, local e quem vai estar presente no evento. Para que as cores, brilhos e sapatos estejam de acordo.

Casual Chic:
-O dress code casual chic pode ser confundido com um estilo pessoal. Caracteriza-se pela combinação de materiais nobres como a seda e caxemira em  contraste com a sarja, algodão e ganga. Pode-se combinar peças estruturadas com outras mais moles ou fluidas.

Para eles




Para elas 




Smart Casual/ Business Casual:
-Este dress code é o típico arranjadinho que nunca nos deixa ficar mal. O smart Jacket é a peça chave para o look como os blazer, casacos de tweed ou malha. A ganga não é permitida em ambos os sexos. Assim as calças e saias devem ter um ar mais clássico. A pele é permitida, …

Dica: Segunda pele.

Olá tudo bem por ai, já chove por aqui. Com o vento que estava hoje só podia dar nisto, chuva muita chuva. Pois bem, como o blog não vive só do desafio de passar um ano sem comprar, vim partilhar uma dica com vocês. Este natal fui para o norte perto de Viseu. Estava um frio de rachar que não se podia. Eu como não gosto muito de vestir camadas, muita roupa começa a fazer me impressão e não me consigo mexer.

O que diz a etiqueta da tua roupa? Poliester ou algodão ?

Olá tudo bem por ai? Aqui estou para mais um post hoje sobre um assunto que acho que a maioria das pessoas não dão muito atenção, que eu acho muito importante. Mais uma vez pergunto, costumam olhar para as etiquetas antes de comprar a vossa roupa? Isto porque o nosso dinheiro que custa a ganhar deve ser bem investido, quanto mais na roupa já não falando do consumismo desenfreado. Já devem ter visto um post sobre isso aqui no blog. Existem peças de roupa lindíssimas e caríssimas que podem ser feitas de poliéster e baratíssimas e de má qualidade. O mesmo acontece com o algodão em que o qua difere é a sua qualidade que é altíssima. Muitas vezes já vos devem ter acontecido a roupa estragar e não durar muito, virão a composição da etiqueta da roupa? Deixem de compara gato por lebre e a investir o vosso dinheiro em peças de roupa que valem a pena, sejam mais conscientes. Assim passo a explicar a diferença entre o poliéster e o algodão e as suas vantagens e desvantagens. O poliéster é comp…