Try all Possibilities

 
 

Durante 10 eu mantive o mesmo corte de cabelo, longo, sem franja e com risco ao meio. Ai de quem mexesse no meu cabelo, cortar as pontas com muita sorte e só isso. Ou estava sempre apanhado por causa do calor ou pelo trabalho e quando estava solto era sempre o mesmo penteado, mas era o meu tesouro. Contudo na minha cabeça o sonho de ter o cabelo curto pairava, como eu gostava de experimentar, não me saia da cabeça. Será que me ia ficar bem? Será que eu ia gostar de me ver?
 Um dia enchi-me de coragem e foi, cortei o cabelo á rapaz sem pensar duas vezes. Senti-me livre daquele cabelo todo, era uma pessoa diferente, via-me diferente em todos os aspetos. O cabelo foi crescendo com o tempo e tomando outras formas e texturas. Voltei a pensar em deixa-lo crescer de novo mas nunca como de antigamente, eu já não era aquela pessoa do cabelo comprido.
Tive o cabelo azul, pintei-o de preto e depois caju, voltei á minha cor mas o preto sempre chamou por mim.
A franja foi a minha nova paixão, cortei o cabelo tipo Chanel com uma franja bem curtinha e apaixonei-me por ela. Durante um ano e tal, eu própria cortava a minha franja, ninguém lhe tocava a não ser eu. O cabelo começou a crescer e a ficar chato, ou estava solto, ou de rabo de cavalo e ou fazia um bun e pronto, não saia dai. Tinha que fazer alguma coisa, já não aguentava mais, cortei o cabelo e fiz caracóis. Quando sai do salão estava em pânico, não era aquilo que eu queria, tinha estragado o meu cabelo, mas já não dava para voltar a trás. Respirei fundo e pensei "é só cabelo, ele cresce e vai ficar como eu realmente quero, calma, não stresses"


 
O cabelo sempre foi e é muito importante para as mulheres, faz parte da sua beleza é a moldura do rosto. Muitas passam anos, se não a vida inteira com o mesmo corte, com a mesma cor com medo de arriscar, de não gostar do ressoltado final, de ficar "feia" de "de não ser aceite" de "ir contra o que é certo" ou até mesmo "medo de mudar".
A mudança é sempre boa, dá-nos outra despectiva das coisas, vemos tudo de outra maneira. Para mim a rotina o estar sempre igual, não da para mim, estou em constante mudança. Agora tenho outro monte de possibilidades todos os dias, um cabelo novo, uma textura nova, um penteado novo todos os dias. Ele nem sempre esta igual, assim como eu todos os dias sou uma pessoa diferente todos os dias com as minhas roupas. Saiu da minha zona de conforto todos os dia é só cabelo, daqui por uns meses vou fazer outra coisas diferente e pronto.
 É preciso ter coragem? És maluca? Tás tão diferente? Entraste em choque quando te viste? Sim fiz estas perguntas todas a mim e no fim e agora digo que vou continuar, não quero ficar por aqui.
 
Try all possibiliteis.

Share This Article:

,

CONVERSATION

0 comentários :

Enviar um comentário