Avançar para o conteúdo principal

Coço-me toda só de pensar, eu não nasci para me vestir formal.


Camisa::Primark | Calças::Lanidor | Blazer::Lefties | Meias::Primark | Sandálias::Primark | Lenço::Biju Brigitte


O telefone tocou, recebi uma chamada para fazer a apresentação de um serviço meu numa empresa. Fiquei contente da vida com a convite mas de repente entrei em pânico. Pediram-me para me vestir de modo formal. ok Formal, disse que sim sem pensar duas vezes. Quando desliguei o telefone o pânico voltou a instala-se em mim. E agora o que é que eu visto? Liguei á minha BFF a contar a novidade e em pânico pergunto-lhe (O que é que eu visto?). A esta pergunta eu tenho sempre resposta para quem ma faz e ajudo sempre, mas agora era para mim.
Eu que sou contra dress code e que acho que devemos vestir aquilo que gostamos e com o que nos sentimos bem, continuo em pânico. Começo a pensar formal, formal... Sim vou ter que vestir calças pretas e camisa branca e um blazer. Até me falta o ar só de pensar nisto. Ok vai ter que ser mas tenho que levar o meu blazer vermelho, por favor só um pouco de cor, por favor.
Não seria mais fácil eu apresentar-me como realmente sou sem mascaras, dress codes, confortáveis, excêntricos, coloridos, formais, discretos, do meu jeito. Eu sei que o primeiro impacto é tudo e que se ganha e perde com a primeira imagem que mostramos as pessoas. Mas se eu me mostrar como realmente sou sem mascaras, não estarei  a ser mais verdadeira. Se eu for vestida com o dress code que me pediram para ir, será isso mais importante que o trabalho e o meu profissionalismo com que vou apresentar o meu projeto? A imagem é importantíssima para o mundo, sim vivesse da imagem, sim vive. Quem disser que não é mentira. Mas não será a minha imagem a mais importante, aquela que eu sou, que eu escolhi para mim, para me representar?
Se um advogado pudesse entrar nun tribunal e desempenhar o seu papel usando umas calças de ganga e uma tee com ténis, seria ele menos profissional que outro colega de fato e gravata? Vão me dizer isso não fica bem!! E se ele se sentisse mais confortável assim? E se esse fosse o seu estilo, descontraído? Estaria fora dos padrões!! Mas o mundo mudou e as mentalidades continuam as mesmas de á mais de 100 anos atrás. Mas as pessoas ainda se assustam com o que esta fora dos PADRÕES e do que é REGRA. Será que um gótico pode ser empregado de mesa num hotel de 5 estrelas, sem ter que corta o cabelo e tirar os brincos ou esconder as suas tatuagens? Faço essa pergunta a mim todos os dias.
Tinha que fazer alguns looks para ver qual deles me agradava para levar e sempre com o meu blazer vermelho, adivinhem qual o meu favorito?





T-Shirt::Stradivarius | Calças::Lanidor | Blazer::Lefties | Meias::Calzedonia |Sandálias::Primark | Lenço::Biju Brigitte




 Camisa::Zara | Calças::Zara | Blazer::Lefties | Meias::Calzedonia | Sandálias::Zara

 

Comentários

  1. As pessoas dão demasiada importância às aparências... é uma coisa que me incomoda profundamente.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Dress code festas

Olá minhas queridas o post de hoje é sobre dress code. Espero que vos seja útil nalguma ocasião da vossa vida.

O que é um dress code?
 É um código de como vestir, um guia de como as pessoas se devem vestir em determinadas situações, adequando sempre ao seu estilo pessoal. É sempre importante saber a hora, local e quem vai estar presente no evento. Para que as cores, brilhos e sapatos estejam de acordo.

Casual Chic:
-O dress code casual chic pode ser confundido com um estilo pessoal. Caracteriza-se pela combinação de materiais nobres como a seda e caxemira em  contraste com a sarja, algodão e ganga. Pode-se combinar peças estruturadas com outras mais moles ou fluidas.

Para eles




Para elas 




Smart Casual/ Business Casual:
-Este dress code é o típico arranjadinho que nunca nos deixa ficar mal. O smart Jacket é a peça chave para o look como os blazer, casacos de tweed ou malha. A ganga não é permitida em ambos os sexos. Assim as calças e saias devem ter um ar mais clássico. A pele é permitida, …

Dica: Segunda pele.

Olá tudo bem por ai, já chove por aqui. Com o vento que estava hoje só podia dar nisto, chuva muita chuva. Pois bem, como o blog não vive só do desafio de passar um ano sem comprar, vim partilhar uma dica com vocês. Este natal fui para o norte perto de Viseu. Estava um frio de rachar que não se podia. Eu como não gosto muito de vestir camadas, muita roupa começa a fazer me impressão e não me consigo mexer.

O que diz a etiqueta da tua roupa? Poliester ou algodão ?

Olá tudo bem por ai? Aqui estou para mais um post hoje sobre um assunto que acho que a maioria das pessoas não dão muito atenção, que eu acho muito importante. Mais uma vez pergunto, costumam olhar para as etiquetas antes de comprar a vossa roupa? Isto porque o nosso dinheiro que custa a ganhar deve ser bem investido, quanto mais na roupa já não falando do consumismo desenfreado. Já devem ter visto um post sobre isso aqui no blog. Existem peças de roupa lindíssimas e caríssimas que podem ser feitas de poliéster e baratíssimas e de má qualidade. O mesmo acontece com o algodão em que o qua difere é a sua qualidade que é altíssima. Muitas vezes já vos devem ter acontecido a roupa estragar e não durar muito, virão a composição da etiqueta da roupa? Deixem de compara gato por lebre e a investir o vosso dinheiro em peças de roupa que valem a pena, sejam mais conscientes. Assim passo a explicar a diferença entre o poliéster e o algodão e as suas vantagens e desvantagens. O poliéster é comp…