compras conscientes

Roupa é vida não a descartes.

junho 15, 2016

 
 
Oi tudo bem por ai? Hoje tive que ir ao centro comercial fazer uma troca de uns ténis de um familiar e pude ver que muitas lojas já têm promoções de 50% . A loucura dos saldos e promoções vai começar. Não pensem que eu sou contra a comprar roupa, nada disso, sou apenas a favor de comprar o que realmente é mesmo preciso. Faço consultoria de imagem e muitas vezes tenho que ir com as clientes as compras quando é realmente necessário. Desde o dia 2 de Janeiro que não compro uma peças de roupa e tenho vivido com o que havia no meu guarda roupa até então e ainda estou viva. Custou um pouco ao inicio sim, mas agora passo bem sem comprar. A credito que no fim do ano vou voltar a comprar mas de uma outra maneira que mais la para a frente vos explicarei.
Apenas vos quero alertar para algumas situações antes de fazerem as vossas compras, comprem mas de forma consciente. Sabiam que são produzidos 80 biliões de peças de roupa por ano em todo o mundo? E que 30% das peças que estão no nosso guarda roupa não são usadas?
Desses 80 biliões nem todas as roupas não chegam as lojas para serem vendias, assim 24 biliões de roupa transforma-se em entulho.
Já pensaram que o que vestimos é vida? Sabiam que para fazer umas calças de ganga é preciso gastar 10 mil litros de água? O que é igual a uma pessoa beber 2 litros de água todos os dias durante 15 anos. Lembrem-se das campanhas para economizar água e dos nossos familiares lá em casa sempre a chamar á atenção para não deixar as torneiras abertas? Um dia ela acaba. Então de que serve ter 6 pares de calças de ganga no nosso guarda roupa se apenas vestimos 3 delas? Quantos litros de água foram gastos para estarem ali parados sem uso? Isso também é desperdiçar água. Haveria mais exemplos para dar sobre a água.
Vamos agora ao plástico, lembrem-se que sempre que vamos ao supermercado temos que para por um saco de plástico que é proveniente do petróleo. Faz-se imensas companhas para deixar de se utilizar os sacos com outras alternativas, mas muitas das peças que tu compras são plástico, provenientes do petróleo nas suas fibras sintéticas. Tu vestes plástico.
A maior parte dos bens que adquirimos, os preços tendem a aumentar e nas roupas passa-se o contrario com o aparecimento de cadeias de fast fashion com preços muito baixos. Se uma peças de roupa custa 5€ e veio lá da China por exemplo, quanto é que o trabalhador ganhou para fazer essa peça? Se os preços são baixos a exploração aumenta. Mas isto não se passa apenas nas lojas com preços acessíveis em outras grandes marcas de fast fashion acontece o mesmo. Como os seus pedidos de encomenda são enormes ás fabricas que não conseguem dar vazão a tudo, contratam outras fabricas a preços mais baixos para conseguirem entregar a encomenda a tempo e horas. Já pensaram quanto ganha o dono da cadeia e o trabalhador que fez a peça? 
Havia mais coisas para dizer mas o post ficaria enorme e vocês não o iam ler até ao fim. Assim amanhã farei outro post com ideias para vos ajudar a não comprar tanto e a pensarem na roupa de outra maneira que uma peça de descarte.

You Might Also Like

0 comentários