cronica

Falta de sentido de orientação ou destraidos

abril 30, 2015



Pois é dia de mais uma cronica dedicada aos rapazes, como sempre. Será que eles são distraídos ou não têm sentido de orientação nenhum? Mãe perdi as chaves. E agora, todos os dias a mesma coisa, nunca sabem onde colocar as coisas, podiam coloca-las num sitio certo para saberem sempre onde estão. Até porque existe uma gaveta cá em casa só para por as chaves, mas não, ele anda sempre com as chaves presas na presilha das calças para não a perder. Mas perde. O dilema é sempre o mesmo, não saber onde as colocou a noite antes de dormir. De manhã como esta sempre até a ultima para se levantar, onde é que esta a chave? Pois é, não sabe. Por mais que procure pelo quarto todo, é mentira nunca a encontra e esta á frente dos olhos. E la vai ele para a escola sem chave. O mínimo que pode acontecer é eu ter que sair e me demorar mais um pouco e ele ficar a porta á espera que eu chegue, o que para ele é uma seca. E mais, tá a perder minutos e segundos de estar a jogar online que é o mais importante, não é saber onde esta a chave. Por mais que eu lhe diga para procurar a chave nunca a encontra e incrível. Por mais que eu lhe diga Diogo esta no sofá ou em cima da cama. Não mãe eu já vi não esta é impossível. E eu com toda a minha paciência de santa, digo-lhe que se for eu a procurar vou direitinha ao sitio a chave esta lá. E é sempre o que acontece, a chave esta sempre no sofá. Depois disto tudo ele diz-me com uma lata, em vez de me mandares procurar ias tu, que tu achas logo e eu poupava tempo a procura- " Mãe tu deves ter um radar, sabes sempre onde esta a chave". Grande lata. É o mesmo que dizer Diogo traz-me o copo assim assim? "O mãe não sei onde esta?" E eu digo que esta na bancada da cozinha e mesmo assim ele não o esta a ver. Tenho que dizer tipo "Olha para a tua esquerda, mais a baixo, agora olha para a frente",  já estas a ver?" Tem que se descrever tudo como se eles tivessem 3 anos. Até a roupa, tipo veste a blusa azul que esta no teu guarda roupa. "O mãe, a onde não vejo nada." E nos temos que descrever todo o percurso até eles encontrarem a blusa azul. Haja paciência, muita paciência. Os vossos também são assim?

You Might Also Like

0 comentários